domingo , agosto 19 2018
Home / Esportes / Após ouro e carrinho, Bolt mira 4×100: ”Que as pernas não fiquem cansadas’

Após ouro e carrinho, Bolt mira 4×100: ”Que as pernas não fiquem cansadas’

Usain Bolt não está acostumado a perder. Quando depende do próprio esforço, o Raio se garante. No Mundial de Pequim, venceu todas as baterias que disputou até o momento e conquistou ouros nos 100m e 200m rasos com suas melhores marcas nesta temporada. Mas, se o resultado depende do trabalho em equipe, o desafio se torna ainda maior. Depois de receber nesta sexta-feira o ouro dos 200m e as desculpas do cinegrafista que o atropelou na comemoração, o jamaicano encerrou sua participação individual no Ninho do Pássaro e agora é a maior esperança de seu país para dar o troco nos Estados Unidos no revezamento 4x100m.

A competição acontece neste sábado, com a eliminatória na madrugada (1h20, no horário de Brasília), e final pela manhã (10h10).

Em Mundiais de atletismo, o último título dos Estados Unidos no 4x100m masculino foi conquistado em Osaka. Mas, em maio deste ano, os americanos finalmente conseguiram bater o time liderado por Bolt. A vitória veio no Mundial de Revezamento, nas Bahamas. O quarteto americano teve Ryan Bailey, Tyson Gay, Mike Rodgers e Justin Gatlin, principal adversário do Raio nos 100m e nos 200m em Pequim, e cravou 37s38.

 

 
Fonte: Globoesporte

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *