segunda-feira , junho 25 2018
Home / Alagoas / População de Delmiro Gouveia, AL, será vacinada contra a febre amarela

População de Delmiro Gouveia, AL, será vacinada contra a febre amarela

prevencao-febre-amarela - Cópia

Toda a população de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas, será vacinada contra a febre amarela, seguindo recomendação feita pelo Ministério da Saúde. O órgão federal informou que essa é uma medida preventiva, já que a cidade faz divisa com Paulo Afonso (BA), onde foi encontrado um macaco infectado.

Segundo o Ministério, a cidade não tem nenhum registro de febre amarela, e é a única do estado com recomendação de vacinação.

Como o trânsito de pessoas entre as duas cidades é frequente, o Governo Federal decidiu recomendar a imunização da população na cidade alagoana.

O secretário de Saúde de Delmiro, André Ramalho, informou ao G1 que o município vem recebendo 50 ampolas semanalmente, e que a previsão é que o Ministério da Saúde envie 50 mil doses. O envio será intensificado após o carnaval.

“Hoje, estamos vacinando cerca de 500 pessoas por semana. Estamos priorizando a população que tem acesso a Paulo Afonso com frequência, as que vão viajar para locais de risco, funcionários da saúde e pessoas mais idosas. Mas nada impede que moradores que não fazem parte desse grupo também procurem a imunização”, afirma o secretário.

Ainda segundo Ramalho, o Município e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) estão planejando uma campanha de vacinação mais ampla para depois das festas.

“Vamos recebendo as doses aos poucos. Depois do carnaval, vamos estudar se dobraremos ou manteremos o número de doses semanais. Quero colocar alguns pontos de vacinação na zona rural, porque o município é muito espalhado. Mas faremos isso gradativamente, porque não há necessidade de pressa agora”, diz.

O secretário reforçou também que não há motivo para pânico e nem para corrida aos postos de saúde. “Estamos somente fazendo prevenção. Temos doses da vacina o suficiente. Não há necessidade de alarde nem de fila nos postos”.

Por meio de nota, a Sesau reiterou que a campanha de vacinação ainda não tem data para ser iniciada, e que para receber a imunização, os moradores devem apresentar comprovante de residência, para comprovar que moram em Delmiro. A secretaria reforça que não há motivo para pânico.

Macacos também são vítimas

É importante lembrar que o macaco não transmite a doença e que é importantíssimo para as autoridades sanitárias, porque quando um deles é encontrado com febre amarela numa floresta ou parque, por exemplo, isso é um sinal para o poder público agir na prevenção.

Em áreas de mata, o vírus é transmitido pelos mosquitos hemagogus e sabethes, que vivem nas copas das árvores, e preferem o sangue dos macacos. Mas quando esses animais são mortos, as fêmeas podem voar mais baixo e mais longe para buscar o sangue humano.

Matar ou agredir macacos – ou qualquer animal silvestre – é crime ambiental, com pena de até um ano de prisão e multa.

Fonte: G1/AL

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *