segunda-feira , dezembro 10 2018
Home / Alagoas / Defensoria quer que Uncisal contrate nova empresa para corrigir provas

Defensoria quer que Uncisal contrate nova empresa para corrigir provas

uncisal_5 - Cópia
A Defensoria Pública do Estado vai entrar com uma ação para tentar anular as correções das provas do vestibular da Uncisal. O objetivo é contratar outra empresa para fazer nova correção. A informação foi confirmada à reportagem do G1 AL nesta quinta-feira (8).

No dia 19 de janeiro, a Uncisal divulgou uma lista com os aprovados no vestibular, mas ela foi anulada dias depois pela universidade, que alegou a ocorrência de problemas técnicos no sistema de cálculo de resultado da empresa AOCP. No dia 24 de janeiro, foi divulgada uma nova lista.

Alguns candidatos aprovados na primeira relação, que ficaram fora da segunda, recorreram ao Ministério Público. A Justiça determinou a suspensão das matrículas até que maiores esclarecimentos sejam apresentados.

A ação da Defensoria, que deve ser apresentada à Justiça ainda esta semana, pedirá a suspensão de pagamento à AOCP, empresa contratada pela Universidade das Ciências da Sáude de Alagoas (Uncisal). Bem como a contratação de uma nova empresa para fazer as correções das provas e divulgar uma lista definitiva.

A instituição também quer formar uma comissão para acompanhar o processo, com a presença de alunos e pais das primeiras e segundas listas de aprovados divulgadas pela empresa AOCP.

O defensor Djalma Mascarenhas explica que a ação “foi motivada pelo grande números de alunos que pediram ajuda da Defensoria, se sentindo injustiçados. Entendemos que é preciso privilegiar quem realmente foi aprovado”.

A Defensoria entende que, dessa forma, será possível dar credibilidade ao certame. “Qualquer outro resultado que viesse da empresa que fez as duas primeiras correções geraria dúvidas.”

 

Fonte: G1/AL

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *