terça-feira , fevereiro 20 2018
Home / Alagoas / Dermatologista da Sesau aconselha foliões ‘abusarem’ da hidratação no carnaval

Dermatologista da Sesau aconselha foliões ‘abusarem’ da hidratação no carnaval

913e2c7f4ea3d715f71982a27d47561b_XL - Cópia
Com a chegada do carnaval, época de festas tradicionais em todo País, muitas pessoas acabam exagerando e se expondo ao sol em excesso. E para garantir que a animação não traga consequências negativas, a dermatologista da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) Cleide Vieira recomenda que os foliões abusem do protetor solar e consumam muito líquido.

Isso porque, segundo Cleide Vieira, a exposição excessiva aos raios solares podem trazer sérias consequências, encerrando prematuramente a festa ou deixando o folião doente após o feriadão.

“As altas temperaturas podem levar a casos de desidratação, ocasionando sintomas como tonturas, perda de sentido e vômitos. A desidratação pode ser grave, principalmente em crianças e idosos”, explicou.

Cleide Vieira ressaltou que o consumo em excesso de bebidas alcoólicas também pode contribuir para a desidratação do organismo. “Deve-se consumir água. As bebidas alcoólicas passam uma falsa sensação de hidratação. A sede passa, mas o corpo não está devidamente hidratado. Por isso, é importante o consumo de água regularmente”, alertou.

Alimentação

Outra recomendação importante é sobre a alimentação saudável. A médica lembrou que frutas e legumes devem ser consumidos durante os festejos. “Uma alimentação balanceada ajuda a dar mais energia e pode diminuir os efeitos danosos do álcool, que geralmente é consumido nesta época”, destacou.

Outro alerta importante feito pela médica da Sesau diz respeito ao cuidado dos banhistas em locais desconhecidos. “Existem muitos casos de afagamento em que turistas decidem se banhar em regiões que não estão familiarizadas. É sempre importante buscar informações sobre os locais próprios para o banho”, reforçou.

Cleide Vieira salientou, ainda, a importância do uso do protetor solar para prevenção de problemas graves, a exemplo das queimaduras. Mas além do ardor na pele, os foliões desavisados podem terminar a folia de momo com manchas na pele, envelhecimento precoce e, principalmente, câncer de pele.

“É necessário evitar a exposição ao sol entre as 10h e 15h, além de utilizar protetor solar que tenha, no mínimo, fator 30. O protetor deve ser reaplicado a cada duas horas e sempre que houver contato com a água”, orientou a dermatologista.

 

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *