quarta-feira , dezembro 12 2018
Home / Alagoas / Semarh potencializa educação ambiental durante FPI do São Francisco

Semarh potencializa educação ambiental durante FPI do São Francisco

ascom_semarh_20180309_1261768159

Equipes da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) também são parte integrante da  Fiscalização Preventiva Integrada da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (FPI do São Francisco), que acontece em municípios localizados na região Sul de Alagoas. Na primeira semana de trabalho, as técnicas da Semarh Kamila Aderne e Domênica Didier colocaram em prática uma série de atividades que reforçam a prática da educação ambiental junto às gestões municipais.

No município de Piaçabuçu, as equipes da Semarh trataram do tema sobre consumo consciente e a alimentação saudável para as crianças da Escola Municipal Uilson Ferreira Costa. Uma gincana ambiental realizada pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) também contou com a participação da secretaria.

Já no município de Feliz Deserto, a gincana ambiental foi colocada em prática, com atividades educativas proporcionadas pela Semarh, a exemplo do jogo do agrotóxico.

“O objetivo é mostrar para as crianças o quanto a utilização de agrotóxico é prejudicial à saúde. Justamente por isso, estamos tratando também sobre o consumo de alimentos saudáveis”, destaca Kamila Aderne, que é engenheira ambiental.

Em Igreja Nova, houve palestra sobre agricultura orgânica e agroecológica. A Semarh ainda doou mudas de moringa para a Escola Municipal Frei Arnaldo Motta e Sá. Na cidade de Porto Real do Colégio, a Escola Estadual Dona Santa Bulhões recebeu palestra sobre a gestão correta dos resíduos sólidos e educação ambiental, além de atividades lúdicas.

Ao final dos trabalhos desta primeira semana da FPI do São Francisco, as equipes da Semarh entregaram os Planos Intermunicipais de Resíduos Sólidos destinados às secretarias de Meio Ambiente de Piaçabuçu e Feliz Deserto.

Os planos são norteadores da política de resíduos, que entre outras atribuições, orienta os municípios a encerrarem seus lixões e gerir adequadamente os resíduos sólidos nas regiões.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *