domingo , dezembro 16 2018
Home / Destaque / Com Walter na torcida, CSA vence o Goiás na estreia da Série B

Com Walter na torcida, CSA vence o Goiás na estreia da Série B

Data: 14/04/2018

csm_WhatsApp-Image-2018-04-14-at-18-03-37_b735374db1A estreia do CSA na Série B do Campeonato Brasileiro foi com vitória neste sábado (14), no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Com o atacante Walter apresentado para a torcida, o Azulão venceu o Goiás por 2 a 1 e iniciou bem a competição. Niltinho e Michel marcaram para o time da casa e David Duarte descontou para os visitantes.

Em entrevista na beira do gramado, Walter falou sobre o acerto com o CSA antes da bola rolar.

“É um time grande, graças a Deus mais um time grande na minha carreira. A grandeza desse time fez com que eu estivesse aqui. Importante esse contato com a torcida. Mas como eu falei, é dentro de campo, fazer o meu melhor lá dentro. Tenho um carinho muito grande pelo Sport e o Goiás, por tudo que fizeram. Queria muito estar em campo para ajudar a equipe. Meu último jogo contra o Goiás fiz dois gols pelo Atlético-PR. Uma pena não poder jogar hoje. Vou ter que deixar para o Serra Dourada”.

“Sexta-feira que vem contra o São Bento, se o papel estiver pronto, estarei pronto para jogar”, discursou Walter pela primeira vez vestindo a camisa 38 do CSA, homenagem ao 38º título estadual conquistado pelo clube no último domingo.

Tabela

Os primeiros três pontos deixaram o CSA na terceira posição da Série B. O Goiás ficou na 15ª colocação, sem ponto. O Azulão pega o São Bento na próxima sexta (20), às 20h30, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba-SP. Já o Esmeraldino recebe o Figueirense no sábado (21), às 16h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia-GO.

Tudo igual

O Azulão apresentou as credenciais no início do jogo com o camisa 10 Daniel Costa. O meia bateu falta com veneno, a zaga esmeraldina cortou e quase marcou contra. O Verdão retribuiu a gentileza dois minutos depois. Giovanni cobrou falta, Brock fuzilou de cabeça e balançou as redes, mas o bandeira Bruno Cesar assinalou impedimento. O CSA tentou chegar em chutes de fora da área com Niltinho e Xandão, só que Rangel segurou sem problemas. Aos 27′, Didira deixou o campo após levar a pior em disputa de bola e ficar com o nariz sangrando.

Aos 33′, David Duarte escorou, Júnior Viçosa pegou de primeira e assustou Cajuru. O Azulão respondeu em seguida. Rafinha cruzou, Niltinho ajeitou de peito e Daniel Costa acertou em cheio para a boa defesa de Rangel. Pouco depois, Edinho avançou pela direita, concluiu por cima e o goleiro esmeraldino espalmou novamente, evitando o gol.

Vitória do Azulão

O jogo continuou muito intenso na etapa final. Aos 8′, Júnior Viçosa acertou um belo voleio e Cajuru segurou. Perigoso no ataque, o CSA marcou o primeiro gol no retorno à Série B aos 10′. Daniel Costa deu passe muito alto para Niltinho, que saiu na cara do gol, concluiu com categoria e correu para o abraço. O Verdão quase empatou em uma pancada de Pedro Bambu, mas Cajuru defendeu na sequência. No contra-ataque, Rafinha cruzou, Michel cabeceou no cantinho e aumentou o placar aos 13′.

Hélio dos Anjos adiantou as peças e diminuiu aos 20′. David Duarte subiu bem e descontou. Os visitantes seguiram pressionando. Aos 23′, Maranhão finalizou e Cajuru espalmou. O Azulão chegou em contra-ataque. Niltinho fez o corta luz, Celsinho emendou, finalizou firme e Rangel evitou o terceiro. No jogo de xadrez entre os técnicos, Marcelo Cabo promoveu a estreia de Elivelton e reforçou a defesa. O Goiás tentou o empate com Breno e Rafinha, só que ambos chutaram para fora.

Nos acréscimos, Echeverría ainda desperdiçou chance na frente de Rangel, mas o gol não fez falta. Na volta à Série B do Campeonato Brasileiro, o CSA estreou com vitória diante da torcida no Rei Pelé.

Ficha técnica

CSA

12- Cajuru
2- Celsinho
3- Leandro Souza
4- Xandão
6- Rafinha
5- Yuri
8- Edinho
7- Niltinho (14- Elivelton, aos 40′ do 2º tempo)
10- Daniel Costa
19- Didira (27- Hugo Cabral, aos 27′ do 1º tempo)
9- Michel (17- Echeverría, aos 30′ do 2º tempo)

Técnico: Marcelo Cabo

Banco: 31- Mota, 11- Dawhan, 13- Muriel, 14- Elivelton, 15- Roger, 16- Boquita, 17- Echeverría, 18- Caíque, 20- Velicka, 21- Hugo Cabral e 22- Taiberson.

Goiás

1- Marcelo Rangel
2- Caique Sá (19- Michael, aos 35′ do 2º tempo)
3- David Duarte
4- Eduardo Brock
6- Breno
5- Madson
8- Léo Sena (16- Pedro Bambu, no intervalo)
7- Carlos Eduardo
10- Giovanni
11- Maranhão (17- Rafinha, aos 30′ do 2º tempo)
9- Júnior Viçosa

Técnico: Hélio dos Anjos

Banco: 12- Marcos, 13- Raphael Silva, 14- Edcarlos, 15- Alex Silva, 16- Pedro Bambu, 17- Rafinha, 18- Lucão, 19- Michael, 20- João Afonso e 21- Figueira.

Gols

CSA: Niltinho (10′ do 2º tempo) e Michel (13′ do 2º tempo).

Goiás: David Duarte (20′ do 2º tempo).

Cartão amarelo

CSA: Niltinho, Xandão.

Goiás: Eduardo Brock.

Arbitragem

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (CBF/PE);

Auxiliar 1: Marcelino Castro de Nazaré (CBF/PE);

Auxiliar 2: Bruno Cesar Chaves Vieira (CBF/PE);

4º árbitro: José Ricardo Laranjeira (CBF/AL).

Fonte: TNH

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *