segunda-feira , julho 23 2018
Home / Cultura / Projeto Chá de Memória traz o professor e historiador Douglas Apratto para Casa do Penedo

Projeto Chá de Memória traz o professor e historiador Douglas Apratto para Casa do Penedo

Data: 19/04/2018

Chá de Memória em Penedo

O professor e historiador Douglas Apratto Tenório estará em Penedo na próxima sexta-feira, 20 de abril, para dar uma aula sobre aspectos que fizeram surgir a Cidade dos Sobrados, o estado de Alagoas e a nação brasileira.

A exposição feita com auxílio de material audiovisual acontece no anfiteatro da Fundação Casa do Penedo, às 20 horas, sendo o acesso gratuito. O evento terá ainda a abertura para perguntas do público no final da palestra e emissão de certificado de participação para universitários.

A oportunidade única para o público penedense, em especial jovens e adolescentes estudantes, é viabilizada pelo Projeto Chá de Memória. Lançado em 2016, o trabalho do Gabinete Civil do governador Renan Filho, por meio do Arquivo Público de Alagoas (APA), visa disseminar conhecimento e estimular a produção de pesquisas.

“O Projeto Chá de Memória é uma ação de educação patrimonial que a gente realiza através do Arquivo Público de Alagoas. Uma vez por mês, nós nos reunimos em Maceió, com uma personalidade de reconhecido valor no tema abordado e agora iniciamos a descentralização das ações do Arquivo Público. Pretendemos promover encontros como este que acontecerá em Penedo nos outros municípios de Alagoas”, informa Wilma Nóbrega, idealizadora do Chá de Memória e diretora do APA.

Para o patrono da Fundação Casa do Penedo, Francisco Alberto Sales, a aula do amigo pessoal e renomado conhecedor da história de Alagoas é um presente para a cidade. Penedo completou 382 anos de elevação à condição de vila no último dia 12 de abril e 176 anos do reconhecimento do então povoado como cidade, pelo império português, em 18 de abril de 1842.

“Francisco Sales é um grande visionário, um homem que empreende esforços próprios para a historiografia de Penedo, de Alagoas, do Rio São Francisco e do Brasil. O acervo reunido na fundação é um dos mais importantes de nosso estado, são 60 mil volumes, além de fotografias, jornais, obras raras e peças representativas de diferentes épocas. Sales tem esse olhar da preservação”, afirma Wilma Nóbrega.

SERVIÇO

PROJETO CHÁ DE MEMÓRIA

LOCAL: CASA DO PENEDO

HORÁRIO: 20 HORAS

DATA: 20 DE ABRIL

ENTRADA GRATUITA

 
por Fernando Vinícius

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *