quarta-feira , agosto 22 2018
Home / Alagoas / Polícia apreende cerca de 30 quilos de explosivos em Coruripe

Polícia apreende cerca de 30 quilos de explosivos em Coruripe

Data: 12/06/2018
whatsapp-image-2018-06-11-at-15.44.03
A Secretaria de Segurança Pública divulgou nesta segunda-feira (11) que após prender em Alagoas e Sergipe uma quadrilha de roubo a banco, encontrou cerca de 30 quilos de explosivos escondidos em uma casa de veraneio na Praia de Miaí de Cima, em Coruripe.
Seis pessoas foram presas na quinta (7) durante a madrugada em Canindé do São Francisco (SE) e, um outro suspeito foi preso na tarde de sexta (7) em Delmiro Gouveia. Além disso, três morreram em Piaçabuçu em confronto com a polícia. Eles são investigados por cometer crimes em todos os estados do Nordeste.
Nesta segunda, o diretor da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), delegado Mário Jorge, contou como encontrou na sexta os explosivos e um forte armamento que pertencia ao grupo.
“Na madrugada da sexta chegamos ao material escondido em Miaí com os 30 quilos de explosivos. É importante dizer que chegamos através de denúncias porque a população viu a movimentação e achou estranho”, disse o delegado.
Foram apreendidos 3 rifles, 1 fuzil, 2 espingardas calibre 12, 3 revólveres calibre 38. A polícia ainda encontrou três veículos, sendo um Corolla, uma Frontier, um Ônix e uma Hillux. Além de balaclavas, coletes à prova de bala, dinheiro danificado pelas explosões e muita munição.
De acordo com o titular da SSP, coronel Lima Júnior, por motivos de segurança os explosivos foram detonados na hora e local da apreensão por uma equipe especializada do Batalhão de Operações Especiais (Bope).
Suspeitos presos
Artur Gomes Ferreira, 33 anos;
Manoel Virginio da Silva, 34;
Alan Jonny Campos Rodrigues, 33;
Renato dos Santos, 49;
Alberi Barbosa de Melo, 40;
José Barros Júnior, 34;
Gildo Luiz Gomes, 33.
De acordo com as investigações, Ferreira responde a 16 processos penais pelos mais variados crimes.
Suspeitos mortos
Antônio Ananiad dos Santos, 43;
Rafael Oliveira Leite, 33;
Sergio Inácio Araújo da Silva, 39.
O delegado Mário Jorge não quis informar como chegou até o grupo para não atrapalhar as investigações, mas disse que ele estava sendo investigado há 3 meses.
Fonte: G1/AL
Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *