terça-feira , novembro 20 2018
Home / Alagoas / Escolas estaduais investem no fortalecimento de estudos e motivação para o Enem

Escolas estaduais investem no fortalecimento de estudos e motivação para o Enem

Data: 03/07/2018
f4d900ea48443233ec9299374a9e6e1f_XL
O segundo semestre de 2018 chegou e faltam pouco mais de quatro meses para as provas da edição 2018 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nas escolas estaduais, desde o início do ano, trabalha-se não só intensificação do aprendizado com a realização de aulões e simulados, mas também a motivação e o emocional do aluno. A ideia é que ele chegue mais relaxado à prova que abrirá portas para seu ingresso no ensino superior.

No bairro do Feitosa, a Escola Estadual Pedro Teixeira vem realizando aulões, simulados e oficinas de redação. No aulão de ciências humanas, por exemplo, os alunos puderam assimilar conteúdos de maneira divertida, com a professora de história Geli Agra caracterizada como Napoleão Bonaparte. “Foi a primeira vez que vesti assim e acredito que, dessa forma, o aluno assimila melhor os conteúdos”, aposta Geli.

Já a professora Cláudia Melo, coordenadora do Laboratório de Aprendizagens, fez uma palestra motivacional com dinâmicas para trabalhar o emocional dos alunos. “O Enem por si só já traz muita pressão para o jovem, então queremos que ele fique mais relaxado e menos ansioso para o dia da prova”, fala Cláudia.

Familiarizados com o Enem – A diretora adjunta Sirleide Dantas conta que a escola trabalha no sentido de familiarizar o aluno com a realidade do Enem, com simulados nos mesmos moldes do exame, sendo aplicados durante dois dias. “Neste segundo semestre, teremos mais dois aulões e estamos com uma oficina de redação ministrada por um professor nosso que já fez correção de prova no Enem. Também aproveitamos para esclarecer dúvidas de programas como o Prouni e suas bolsas de estudo em faculdades particulares, além de estarmos com um trabalho de orientação vocacional. Nosso diretor Nerivaldo Valença também está viabilizando uma oficina de empreendedorismo para os estudantes”, adianta Sirleide.

Os alunos aprovam a iniciativa. “Os aulões são excelentes, pois são dinâmicos e dão chance de esclarecer dúvidas”, dizem Flávia Ferreira e Pedro Henrique da Silva, ambos buscando uma vaga no curso de Medicina.  Ingrid Melissa da Silva e José Roberto Alves destacam o apoio oferecido pela escola para os alunos que farão o Enem. “Além dos aulões e oficinas, temos o laboratório de informática à nossa disposição para pesquisa”, ressalta Ingrid. “Aqui tive computador e internet para fazer a minha inscrição no Enem”, complenta José Roberto.

Gramática e estudos orientados – Os alunos das unidades de ensino do Cepa e da Alta Maceió receberam reforço de peso para a prova: Osmandina Acioli, uma das mais renomadas professoras de língua portuguesa de Alagoas, que, até novembro, vai percorrer escolas estaduais em aulas especiais com dicas sobre gramática e redação. Algo possível graças à iniciativa da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e da 13ª Gerência Regional de Educação (Gere).

Com 44 anos de magistério, Osmandina se tornou referência pelo seu trabalho e pelo seu curso preparatório que já aprovou centenas de alunos em concursos e vestibulares. Aposentada da rede estadual – onde lecionou nas escolas Rosalvo Lobo, Cônego Machado, Moreira e Silva e Instituto de Línguas do Cepa – ela retorna à escola pública compartilhando com os estudantes as mesmas apostilas de seu curso.

“Fazia tempo que não vinha ao Cepa e ter este contato com os jovens é sempre uma experiência maravilhosa”, revela a educadora.

A Escola Estadual Princesa Isabel, no Cepa, foi uma das que recebeu a visita da professora Osmandina. “Trata-se de uma oportunidade única e nossos alunos gostaram muito”, declara a diretora-geral Sônia Suely. A unidade, que funciona em regime integral, também oferece outras ferramentas para preparar os alunos para o Enem.

“Todas as quintas-feiras, temos os Estudos Orientados, onde os professores trabalham junto aos alunos nas disciplinas que eles apresentam maior dificuldade. Também focamos o lado vocacional, promovendo palestras sobre projetos de vida e trazendo ex-alunos nossos que hoje são universitários para dar seus testemunhos”, enumera Sônia.

Luiz Davi dos Santos Lucena é concluinte do ensino médio na Princesa Isabel , fala da importância destas ações. “Ter uma aula com a professora Osmandina é uma ótima oportunidade para nós alunos da rede pública e, com os Estudos Orientados, estou esclarecendo dúvidas em matemática. Tudo isso faz a gente se sentir mais preparado”, avalia o jovem, que almeja cursar História.

 

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *