quarta-feira , julho 18 2018
Home / Brasil / No AM, moradores invadem delegacia e lincham suspeito de assassinato

No AM, moradores invadem delegacia e lincham suspeito de assassinato

Data: 09/07/2018
csm_assalto-01_ok_f1d6dda98f
Revoltados com o assassinato de uma adolescente de 14 anos, centenas de moradores de Borba (AM) invadiram a delegacia da cidade para linchar o suspeito do crime.

O caso ocorreu na noite deste domingo (8), horas depois da prisão de Gabriel Lima Cardoso, 18. Vídeos gravados com celular mostram uma turba formada principalmente por homens invadindo o prédio, que teve vidros e portas quebradas e foi parcialmente incendiado.

O adolescente aparece sendo agredido no chão com chutes e pedradas na cabeça. Desacordado, é colocado sobre o capô de um carro de polícia com o rosto ensanguentado, onde continua sofrendo agressões. Em seguida, é arrastado e carbonizado junto com um sofá, ainda no pátio da delegacia.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, seis policiais militares tentaram em vão impedir o crime e terminaram com ferimentos leves.

O reforço só embarcou de Manaus na manhã desta segunda-feira (9) -às margens do rio Madeira, o acesso à cidade de 40 mil habitantes é feito principalmente de barco. São 322 km por rio e 151 km em linha reta.

O rapaz linchado era ex-namorado de Patriciane Barros dos Santos, 14, encontrada morta no último dia 4, com várias facadas pelo corpo. Não houve estupro.

De acordo com a Polícia Civil, Cardoso admitiu o crime enquanto era conduzido à delegacia, mas não houve tempo para o depoimento formal. A polícia não informou se o adolescente tinha antecedentes criminais.

É o segundo caso desse tipo na região. Em fevereiro do ano passado, moradores de Novo Aripuanã, também na calha do rio Madeira, invadiram a delegacia da cidade para matar uma mulher acusada de homicídio. Ela chegou a ser retirada da cela e agredida, mas sobreviveu.

Fonte: Folhapress

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *