segunda-feira , novembro 19 2018
Home / Alagoas / Polícia busca suspeito de matar esposa grávida espancada com panela de pressão em Alagoas

Polícia busca suspeito de matar esposa grávida espancada com panela de pressão em Alagoas

Data: 08/11/2018
del._de_sao_luis_do_quitunde_2

Um homem suspeito de espancar com uma panela de pressão e matar a esposa grávida em São Luís do Quitunde, na região Norte de Alagoas, está sendo procurado pela Polícia Civil. Segundo informações repassadas ao G1 nesta quinta-feira (8), Antônio Carlos dos Santos, 43, cometeu outros dois homicídios dias depois do primeiro crime.

Maria Cristiane dos Santos, 34, foi assassinada há 15 dias. A esposa de Santos estava grávida de 5 meses quando foi morta espancada com a panela de pressão na frente do filho do suspeito, de apenas 7 anos.

“O menino nos passou que seu pai tinha atingido a companheira com uma panela de pressão, e depois chutou a barriga. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Depois do ocorrido, o homem fugiu”, conta Mariano Sobrinho, chefe de operações da delegacia da cidade.

“Há uns 3 dias, apareceram dois corpos de moradores da zona rural do município. E pela investigação, tudo leva a crer que foi ele também quem cometeu esses crimes. Ele foi visto pelos matos e, pelo que apuramos, teria pedido guarida no sítio em que as vítimas moravam, e elas se negaram a acolhê-lo”, explica Sobrinho. As vítimas desse segundo crime foram identificadas apenas como Cícero Pedro e Genival.

Ainda segundo o chefe de operações, um mandado de prisão temporária já foi expedido pela morte de Cristiane. Ele também ameaçou outras duas pessoas: a mãe da mulher, e o ex-companheiro da vítima.

“A última notícia que tivemos dele é de que ele pegou uma van e saltou em Matriz do Camaragibe. Acionamos a polícia de lá, e já fizemos buscas na região, mas até agora não o encontramos. Continuamos as buscas, com o apoio das polícias de Matriz e Passo de Camaragibe”, explicou.

A polícia pede que quem tiver informações do paradeiro de Santos, deve entrar em contato pelo Disque Denúncia, no número 181.

 

 

Fonte: G1/AL

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *