sexta-feira , agosto 23 2019
Home / Esportes / Marinho ensaia retorno de melhor versão e vai da irritação ao aplauso no Grêmio

Marinho ensaia retorno de melhor versão e vai da irritação ao aplauso no Grêmio

Data: 01/02/2019

46943558521-e4a9f9ce21-o
Como a bola, o futebol dá volta muito rápido. A noite de quinta-feira, na Arena, foi uma das tantas provas disso. Nas férias, Marinho foi alvo da ira da torcida nas redes sociais. Com apenas quatro jogos, obrigou o torcedor a levantar da cadeira para aplaudi-lo. O golaço na vitória do Grêmio por 4 a 0 sobre o São Luiz pode ter sido o ensaio do retorno de “Di Marinho”.

O apelido surgiu nos melhores momentos do Vitória, ao ser comparado com o meia argentino Di María. E pegou. Fazia jogo sim, jogo também o que fez na noite passada: jogada individual, corte seco e finalização no ângulo. Ao deixar o campo para a entrada de Montoya, aos 16 minutos do segundo tempo, muitos gremistas o reverenciaram.

Muito diferente da reação das férias. Marinho foi alvo da raiva dos gremistas por um vídeo com um amigo, no qual dizia que iria para o Flamengo na hora, se houvesse proposta. Depois, abaixou a cabeça, teve uma conversa com o técnico Renato Gaúcho e vem mostrando serviço.

– Nesses dois jogos ele foi muito bem, não só pelo gol que fez hoje. É um jogador que gosta do drible, gosto desse tipo de jogador. Outra qualidade é o chute. Limpou, chutou, fez um golaço. É usar isso tudo, a qualidade que tem, a favor dele. Vai ser o jogador que tanto insisti para o clube trazer. Tenho certeza que vai nos ajudar muito ainda – comentou Renato.

Na zona mista, Marinho preferiu a discrição. Deixou o gramado rapidamente. Ia ao vestiário sem receber o troféu de melhor em campo da Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos, mas voltou ao ser chamado, com um sorriso no rosto. No entanto, nem assim quis dar entrevistas. Só balançou a cabeça ao ser questionado pelo GloboEsporte.com se o “Di Marinho” estava voltando.

O atacante tem dois gols no ano, um deles com apenas 15 segundos em campo, na estreia contra o Novo Hamburgo. Nas últimas duas partidas, entrou em campo com os titulares, chance rara para o jogador contratado no meio do ano passado. Apresentou bom rendimento e disposição para o trabalho em grupo.

– Tive conversa séria com ele (Marinho) na volta das férias. Falei: “você tem que ser inteligente nesse sentido, você chuta bem, tem velocidade, força e drible. Você tem que usar a teu favor. Muita gente queria ter o que você tem. Quando pedi para a diretoria te contratar, sabia do tipo de jogador que estava pedindo, insisti. É necessário você dar a resposta, principalmente com todas características que acabei de citar” – revelou o treinador.

Fonte: Globoesporte

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *