segunda-feira , julho 22 2019
Home / Esportes / Com três de CR7, Juventus dá o troco no Atlético e avança na Liga dos Campeões

Com três de CR7, Juventus dá o troco no Atlético e avança na Liga dos Campeões

Data: 12/03/2019

201903121944_3511dab685
A Juventus se superou, contou com uma atuação magistral de Cristiano Ronaldo e garantiu classificação às quartas de final da Liga dos Campeões nesta terça-feira. Depois de perder a partida de ida para o Atlético de Madrid por 2 a 0, na Espanha, a Velha Senhora deu o troco em Turim e triunfou por 3 a 0, com três gols do português, que chegou a marca de 124 tentos pelo principal torneio de clubes da Europa em mais uma noite memorável.

Com uma estratégia clara, a Juventus contou com o brilho de Cristiano Ronaldo para fazer 2 a 0. Sem Dybala, que começou entre os reservas, Massimiliano Allegri deu carta branca para os volantes entrarem na área, se juntando a dupla CR7 e Mandzukic, e soltou os laterais Cancelo e Spinazzola. Na base da bola alçada à área, o time italiano viu o português fazer dois gols de cabeça, um em cada tempo.

Para coroar uma atuação histórica, Cristiano Ronaldo teve a bola da classificação em seus pés a poucos minutos do final. Bernadeschi sofreu de Correa dentro da área e o juiz marcou o pênalti. Na marca da cal, local em que é especialista, CR7 deslocou Oblak, deixou o terceiro e colocou a Velha Senhora nas quartas de final.

A Juventus volta aos gramados neste domingo, às 8h30 (de Brasília), quando encara o Genoa, no Estádio Luigi Ferraris, pelo Campeonato Italiano, competição da qual é líder com folga. Um dia antes, às 14h30, o Atlético de Madrid, segundo colocado do Espanhol, visita o Athletic Bilbao, no Estádio de San Mamés.

Na base da parada, Juventus marca o primeiro e ganha confiança

Ciente da necessidade de marcar um gol o quanto antes, a Juventus adiantou a linha de marcação, encurralou o adversário e viu no lateral Spinazzola sua válvula de escape. Bem aberto pela esquerda, o aceso substituto de Alex Sandro participou diretamente do primeiro lance de perigo da partida, que ocasionou um escanteio. Na cobrança, Oblak tentou afastar, Cristiano Ronaldo dividiu com o goleiro e Chiellini empurrou a sobra para as redes. O árbitro, entretanto, marcou falta do português e invalidou o tento sem ao menos consultar o VAR.

Sofrendo para penetrar na defesa espanhola pelo chão, a Juventus abusou dos cruzamentos, inicialmente cortados em sua maioria pela dupla uruguaia Giménez e Godín. Aos poucos, o Atlético, controlando a partida no melhor estilo Diego Simeone, começou a ganhar confiança para ir ao ataque, assustando o goleiro Szczeny em finalizações de média distância de Koke e Griezmann.

A Juventus, porém, de tanto insistir na bola aérea abriu o placar aos 26 minutos, e pelo lado em que nasciam todas as tramas ofensivas da equipe. Bernardeschi apareceu pelo flanco esquerdo e cruzou na segunda trave, onde Cristiano Ronaldo apareceu nas costas de Juanfran e cabeceou firme para fazer seu 122º tento em Liga dos Campeões.

O gol fez bem à Juventus. O time italiano seguiu no ataque e construiu boas oportunidades, mas sem mudar a estratégia: a bola alçada na área. Em jogadas nesse estilo, seja parada ou rolando, a Velha Senhora chegou com Bernardeschi, Chiellini e Ronaldo. Na mesma moeda, o Atlético de Madrid teve a sua grande chance na primeira etapa já nos acréscimos, quando Morata subiu sozinho na entrada da pequena área e testou por cima.

Cristiano faz mais dois, soma mais um atuação histórica e coloca a Juventus nas quartas

O cenário para a Juventus na volta do intervalo não poderia ser melhor. Logo aos três minutos, Cancelo apareceu na direita e levantou na área, onde Cristiano Ronaldo, um dos quatro jogadores do time mandante posicionados ali, cabeceou forte. Oblak pulou e fez uma defesa magistral, mas a bola já havia cruzado a linha, como apontou a tecnologia usada pelo árbitro, que deu o gol.

Após conseguir o resultado para ao menos levar a partida à prorrogação, a Velha Senhora baixou o ritmo, facilitando o trabalho do amedrontado Atlético de Madrid, que sequer conseguia puxar o contra-ataque. Desse modo, os técnicos resolveram usar seus reservas para dar um gás novo ao jogo. Simeone sacou o apagado Lemar para a entrada do argentino Correa, já Allegri trocou o cansado Spinazzola para colocar Dybala, adiantando ainda mais o time.

Escolhido por Simeone para mudar a partida, Correa realmente fez a diferença. Em bela jogada individual de Bernardeschi, o meia-atacante empurrou o adversário dentro da área e o árbitro assinalou a penalidade máxima. Na marca da cal, Cristiano Ronaldo deslocou o goleiro Oblak, deixou o terceiro na partida, o 124º na Liga dos Campeões, e confirmou a heroica classificação da Velha Senhora.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUS-ITA 3X0 ATLÉTICO DE MADRID-ESP

Local: Juventus Stadium, em Turim, na Itália

Data: 12 de março de 2019

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL)

Assistentes: Sander van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL)

VAR: Danny Makkelie (HOL) e Pol van Boekel (HOL)

Cartões amarelos: Bernardeschi (JUV). Vitolo, Giménez e Juanfran (ATL)

Gols:

REAL MADRID: Cristiano Ronaldo aos 26 minutos do 1ºT, aos três do 2ºT e aos 40 do 2ºT.

JUVENTUS: Szczeny; João Cancelo, Bonnuci, Chiellini e Spinazzola (Dybala); Pjanic, Emre Can e Matuidi; Mandzukic (Kean), Bernardeschi e Cristiano Ronaldo.

Técnico: Massimiliano Allegri

ATLÉTICO DE MADRID: Oblak; Arias (Vitolo), Giménez, Godín e Juanfran; Koke, Rodri, Saúl e Lemar (Correa); Morata e Griezmann

Técnico: Diego Simeone

com Gazeta Esportiva

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *