sexta-feira , agosto 23 2019
Home / Esportes / Sócio-torcedor do CSA cresce quase 100% e se aproxima dos 10 mil usuários

Sócio-torcedor do CSA cresce quase 100% e se aproxima dos 10 mil usuários

Data: 08/05/2019

201811121650_cbd6780516
A ascendência do CSA no cenário nacional é fato. O clube do Mutange saiu da posição de “sem divisão” para disputar a elite do futebol brasileiro. Tudo isso aconteceu em apenas quatro temporadas, conquistando três acessos consecutivos e, hoje, está na Série A do Brasileirão, entre os vinte melhores clubes do país. Junto com a ascensão do clube, o programa de sócio-torcedor do CSA teve um aumento expressivo ao longo das últimas semanas, faltando muito pouco para 10 mil usuários.

Ao final do Campeonato Alagoano, o clube já havia ultrapassado a meta de 5 mil sócios que ajudavam mensalmente o CSA. Porém, ao longo das últimas semanas, a torcida chegou junto de forma expressiva e o programa de vantagens do Azulão se aproxima de uma marca histórica: 10 mil sócios adimplentes. Esse número vem crescendo desde o final do Alagoano até a segunda rodada do Brasileirão.

O responsável pela parte comercial do clube azulino, Ricardo Lima, explicou o momento vivido pelo programa junto a torcida azulina.”Bolamos uma estratégia para chegar a meta de 10 mil sócios e dentro desse processo passamos por quatro campeonatos (Campeonato Alagoano, Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro).Dentro desse planejamento nós sabíamos que haveria um aumento no número de sócios até pela importância dos jogos, como esses dois últimos (Palmeiras e Santos). Então, conseguimos sair de 5 mil sócios para quase 10 mil, tendo um aumento de mais de quatro mil sócios nesse período”, contou Lima.

O aumento se dá também pelo relacionamento que o clube conseguiu obter com sua torcida. “Dentro desse processo foram feitas ativações, ou seja, o relacionamento com o torcedor melhorou e eles acabaram virando sócios por entender que deveria investir cada vez mais no clube. Com isso, existe um cenário que possibilita melhorias, a exemplo de até brigar por uma Sul-Americana e a permanência na Série A. Essa receita que vem do sócio é fundamental”, completou o gerente comercial do Azulão.

Ricardo também fez questão de destacar as ações que estão sendo feitas pelo clube e outras que também estão programadas para as próximas semanas. “Já estamos tendo essa cultura de fidelização, que é muito importante. Eu costumo dizer que mais difícil do que aderir é manter o sócio-torcedor e nós estamos promovendo ações por meio de uma rede de parceiros, ofertando desconto em lojas e supermercados, por exemplo”, ressaltou o diretor comercial do CSA.

O gerente comercial azulino inclusive, revelou em primeira mão à Gazetaweb que os sócios adimplentes desde a Série D terão novidades. “Estamos planejando um cartão especial destes sócios que já vem pagando desde os últimos quatro anos, acompanhando o CSA nas batalhas que foi desde uma saída de uma não divisão à Série A do Campeonato Brasileiro. Então nesse cartão eles terão uma série de locais com descontos especiais para o sócio utilizar”, comentou o executivo do clube.

Ricardo Lima finalizou revelando que o sócio-torcedor do CSA é a maior fonte de receita dos clubes brasileiros atualmente. “O maior patrocinador do CSA é o seu torcedor que atendeu o chamado e está colaborando com o clube de forma direta, possibilitando as melhorias dentro de campo, com a contratação de grandes jogadores. Isso antes era muito distante da realidade do CSA”, comentou Ricardo.

Ele também pediu a torcida azulina que mantenha a cultura de adimplência no programa de sócio-torcedor, que é chamado como Sócio do Maior. “Eu peço que o torcedor crie essa cultura de fidelização, que sempre esteja com o clube e não seja apenas o momento, mas que seja eterno. Que passe de pai para filho. Estamos escutando muito os torcedores, com as páginas do clube captando as informações para executarmos”, complementou o responsável pela área comercial maruja.

 

 

 
por Jean Nascimento | Portal Gazetaweb

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *