terça-feira , outubro 15 2019
Home / Alagoas / Criança de 7 anos é assassinada a facadas e polícia acredita em vingança

Criança de 7 anos é assassinada a facadas e polícia acredita em vingança

Data: 12/10/2019

csm_clima-bom-rua-homicidio_4b8ddcddff
Uma criança de 7 anos foi assassinada a facadas nessa sexta-feira (11), após ser abordada por uma mulher desconhecida, em uma rua no Clima Bom II, parte alta de Maceió.

De acordo com o delegado Ronilson Medeiros, da Delegacia de Homicídios, o menino tinha ido até a oficina do padrasto, por volta das 13h, acompanhado do irmão gêmeo, levar um talher, quando ambos foram abordados pela mulher, que segundo a criança sobrevivente tinha o cabelo verde.

Ele voltou para casa e relatou o fato à família, que procurou a Polícia Civil e registrou Boletim de Ocorrência. Houve uma mobilização de moradores do bairro à procura da criança, mas ela só foi encontrada na madrugada, em um local conhecido como Beco da Malil.

“O bairro todo se mobilizou, mas ela não foi encontrada. Detalhe: ela ia para a oficina do padrasto, que fica perto de casa. Só por volta de meia noite e trinta, entre a oficina e a casa, um morador ao chegar do trabalho encontrou a criança morta, nesse beco”, relatou Medeiros.

A Delegacia de Homicídios, Perícia e IML foram acionados e constataram que o menino tinha marcas de facadas na cabeça e, ainda, que o crime não teria sido cometido naquele local. “Ou deram banho na criança ou limparam. Não tinha marcas de sangue, mas fizeram questão de deixar em um local de fácil acesso”, revela.

Pelas características do crime, a polícia acredita que a motivação foi vingança. Medeiros ouviu familiares e disse que eles não sabem a quem atribuir o crime. Nenhuma testemunha soube dizer também quem seria a mulher que sequestrou o menino.

O irmão gêmeo é uma das testemunhas da cena, além de moradores que teriam visto um carro se aproximando do beco onde o corpo da criança foi deixado. “Existem alguns elementos que podem levar ao esclarecimento do crime. Populares viram o carro e pode ser que alguém tenha mais informações. (Quanto à) criança de 7 anos (testemunha do crime), não sei como vai ser tratado o caso, provavelmente deve ser acompanhada por um psicólogo. Ele viu o irmão ser levado, é uma situação que choca”, comentou.

Imagens de câmeras de segurança da região serão solicitadas pela polícia para o esclarecimento do crime. O inquérito será conduzido pelo delegado Bruno Emílio.

 

Fonte: TNH1

Compartilhe com seus amigos
Share on FacebookTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *