.:: OparaNews ::. Penedo Alagoas

Agressor de Henri Castelli diz à polícia que revidou ataque do ator

O delegado Fabrício Nascimento, da Polícia Civil de Alagoas, informou ao G1 na tarde desta terça-feira (12) que o homem apontado como agressor do ator Henri Castelli contou em depoimento que revidou uma agressão de Henri.

Segundo depoimentos dos envolvidos, a confusão teria começado entre Henri Castelli e o dono de uma casa de show. Durante a discussão, o ator tentou agredir o empresário, mas atingiu um amigo dele, que revidou.

“A confusão teria começado entre Henri e o dono da casa de show, mas a pessoa que o agrediu é um amigo do dono da casa de show que estava do lado no momento. Segundo ele [o que agrediu Castelli], na confusão, o ator teria tentando agredir o empresário e acabou por atingi-lo. Então, o agressor teria revidado”, disse Fabrício Nascimento.

O ator e os envolvidos contaram versões diferentes à polícia sobre o motivo da briga.

“Henri disse que não teria motivo, não sabe o porquê. O outro lado disse que o ator falou mal da casa de show para o proprietário, o que gerou uma discussão inicial entre eles. O ator teria ido para essa casa de show e depois para a marina [na Barra de São Miguel]. Lá, encontrou o dono da casa de show, que teria lhe dado cortesia, e que quando o dono da casa de show perguntou se ele teria gostado, ele teria dito que não e teria falado muito mal do show”, disse o delegado.

O delegado informou que não pode divulgar os nomes dos envolvidos. Sobre o Boletim de Ocorrência que foi divulgado nas redes sociais, ele explicou que nem todos os nomes que aparecem são de pessoas que estavam envolvidas na briga e por isso, ainda não pode acusá-las.

“Das pessoas citadas naquela oitiva, nem todos estão envolvidos. Alguns aparentemente apenas estavam no local. Não dá para acusá-los ainda. Outras testemunhas já foram ouvidas”.

O inquérito está em fase de conclusão e vai ser encaminhado à Justiça nos próximos 15 dias. Os autores da agressão devem ser indiciados pelo crime de lesão corporal.

 

Fonte: G1/AL

 

Compartilhe com seus amigos