.:: OparaNews ::. Penedo Alagoas

Câmara Municipal de Penedo homenageia Toinho Pescador com a Comenda Guardião das Águas do São Francisco

O penedense Toinho Pescador – como Antônio Gomes dos Santos é mais conhecido, inclusive fora de Penedo – recebeu da Câmara Municipal de Penedo a Comenda Guardião das Águas do São Francisco.

A homenagem feita nesta quinta-feira, 24, reconhece o trabalho do ‘poeta pescador’ em defesa do ‘Velho Chico’, indicação do Vereador Edivaldo Cícero dos Santos. Os dois são nascidos e criados no Barro Vermelho, comunidade banhada pelo rio que propiciou o surgimento da cidade que começou ali, no porto natural do Santo Antônio, o primeiro bairro de Penedo.

Toinho Pescador é filho de família sustentada com base na pesca artesanal, labuta diária de seu pai, com quem aprendeu o ofício e passou a exercer ainda adolescente, após o falecimento de Manuel Gomes dos Santos, motivo que o levou a abandonar os estudos, quando era aluno de destaque, selecionado para declamar as poesias.

Da relação diária com o rio nasceu uma voz potente, em defesa do São Francisco e também das classes menos favorecidas. Católico praticante, atuou nas Comunidades Eclesiais de Base e também na Pastoral dos Pescadores, sempre orientado por princípios cristãos.

Seu Toinho foi presidente da Colônia de Pescadores de Penedo e da Federação Alagoana de Pescadores Artesanais, membro da primeira composição do Conselho Nacional dos Recursos Hídricos, do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco e do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

As reivindicações em favor do rio e da vida, especialmente de todos que dependem direta ou indiretamente da bacia hidrográfica do ‘Nilo Brasileiro’, o tornaram conhecido internacionalmente.

Seu Toinho Pescador defende o Rio São Francisco

Condecorado com a comenda Barão de Penedo pelo governo municipal, Toinho Pescador tem diversas homenagens em seu currículo, é autor do livro Pescando Cidadania e tem sua biografia registrada em livro e vídeo.

Aos 89 anos, ele agradeceu a homenagem que estendeu a todos os ribeirinhos, especialmente às lideranças que atuam na defesa do Velho Chico, e falou de sua luta. “Quando meu pai morreu, a minha família não recebeu salário do INPS porque o Rio São Francisco não deixou a gente morrer de fome”, disse sobre o sustento para os doze membros de sua casa.

O Guardião das Águas do São Francisco também destacou os governos Lula e Dilma em seu pronunciamento, frisando que a população de baixa renda do Brasil foi beneficiada de forma incontestável, com as políticas públicas desenvolvidas no governo do PT.

Como sempre, Toinho Pescador defendeu o rio em seu discurso e declamou versos de sua autoria. Ele agradeceu ao parlamentar Edivaldo dos Santos e à Câmara de Vereadores, frisando que a homenagem não era para exclusiva dele, mas “para todo o povo penedense que luta, especialmente do nosso querido Barro Vermelho”, concluiu, sob aplausos dos vereadores e da assistência.

Autor da indicação, o Vereador Edivaldo Cícero frisou que Toinho Pescador sempre “levantou a bandeira em defesa do rio São Francisco” e ele, na condição de parlamentar e morador do Barro Vermelho, não via sentido em seu trabalho se não conseguisse o reconhecimento público do empenho do também representante da comunidade e todos os pescadores do Brasil, agradecendo a aprovação da comenda pela CMP.

 

Por Ascom CMP

 

Compartilhe com seus amigos

Adicionar comentário