.:: OparaNews ::. Penedo Alagoas

Criança indígena é a 1ª a ser vacinada contra covid em SP

Foto: ALOISIO MAURICIO | ESTADÃO CONTEÚDO

O menino indígena Davi, da etnia Xavante de 8 anos, foi a primeira criança a ser vacinada contra a covid-19 no Estado de São Paulo. O governo paulista realiza na tarde desta sexta-feira, 14, uma cerimônia para marcar o início da campanha para a faixa etária de 5 a 11 anos. A aplicação para o público-alvo em geral, no entanto, só está prevista para começar na capital paulista na próxima segunda-feira, 17.

O pai de Davi, cacique chefe da etnia xavante no Mato Grosso, participou da cerimônia por vídeo chamada. “Que seja tomada a vacina. A vacina temos de tomar. Não esquecer o uso da máscara, o distanciamento. E aí, para a nova geração, será seguro quando voltarem às aulas. Que o resto do Brasil possa fazer essa campanha para que amanhã tenhamos alegria e sorriso. Vacina é importante”, disse. Davi tem uma deficiência motora e, em razão do tratamento, vive em Piracicaba, no interior de São Paulo.

Outras crianças portadoras de deficiência ou com comorbidades também receberam a vacinação de forma simbólica nesta tarde no hospital. O evento é semelhante ao que foi realizado em 17 de janeiro de 2021, quando a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, com perfil de alto risco para complicações da covid-19, recebeu a Coronavac no braço.

Da mesma forma, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acompanha a vacinação do público infantil. Ele é pré-candidato à presidência da República e tenta mais uma vez antecipar a aplicação no Estado. Já o presidente Jair Bolsonaro, por outro lado, tem se manifestado contra a vacinação infantil e adiou o início da campanha, mesmo após a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

por Renata Okumura e Leon Ferrari – Terra

 

Compartilhe com seus amigos