.:: OparaNews ::. Penedo Alagoas

Crise diplomática deve paralisar vacinação no Brasil

Após a alegria do início da vacinação contra a Covid-19 no Brasil as atenções agora estão voltadas para a continuidade da imunização. Os Institutos Butantan e Fiocruz estão tendo dificuldades para adquirir matéria-prima para fabricação das vacinas.

As 2 milhões de doses da Astrazenica/Oxford que viriam da Índia, não foi liberação por parte do governo indiano por conta de logística ou até mesmo por inconsequentes atitudes do presidente Jair Bolsonaro no que se refere a acordos bilaterais. Com isso, a única esperança da imunização no nosso País no momento é com a Coronavac. O Instituto Butantan já solicitou junto à Anvisa a liberação de 4,8 mi de doses restantes para este início de vacinação.

Caso não chegue a tempo as matérias-primas, a vacinação no Brasil ficará paralisada, o que seria vergonhoso para o governo brasileiro e deixaria a população indignada.

Diante dessas incertezas, outras autoridades locais estão intermediando junto aos governos chinês e indiano que relevem os atritos diplomáticos com o governo federal e autorizem os insumos para a fabricação das vacinas.

Compartilhe com seus amigos