.:: OparaNews ::. Penedo Alagoas

Flamengo empata com o Bragantino em casa e permanece em 3º

Flamengo e Red Bull Bragantino empataram em 1 a 1 no Maracanã, nesta quinta-feira, em partida que não deve ter agradado nenhum dos lados. O Flamengo, desgastado pela maratona, buscou o empate, mas viu escapar a possibilidade de assumir a liderança do Brasileirão. O Braga, por sua vez, continua afundado na zona de rebaixamento, sem vencer há seis rodadas.

Quem abriu o placar para o time de Maurício Barbieri foi o camisa 10 Claudinho, em belo gol. O Bragantino está com 13 pontos, na 19ª posição. Lincoln empatou para o Flamengo, que está na terceira posição, com 31 pontos, os mesmos do Inter e Atlético-MG, líder e vice-líder, respectivamente.

Como antecipado por Domènec Torrent, o fato de entrar em campo, em um intervalo de 50h, pela segunda vez fez o Flamengo atuar com sete mudanças em relação à vitória com o Goiás, na terça. Ainda assim, Isla e Everton Ribeiro, que estiveram em campo há dois dias pelas respectivas seleções, iniciaram a partida. Foi com os dois pela direita, inclusive, que o time mais produziu na etapa inicial, mas não chegou a ameaçar a meta defendida pelo goleiro Cleiton.

O Bragantino, mais descansado porém com desfalques importantes, como Artur e Matheus Jesus, foi mais incisivo, especialmente nos 20 minutos iniciais. Claudinho obrigou Hugo a fazer uma boa defesa, enquanto o ponta Tubarão deu trabalho pela esquerda. O placar, contudo, seguiu zerado até o intervalo.

Com Vitinho no lugar de Pedro, o Flamengo viu o desafio aumentar logo aos 20 segundos da etapa final. Em jogada bem trabalhada, Ytalo acionou Claudinho: em velocidade e com categoria, o camisa 10 deixou Léo Pereira para trás e finalizou forte de pé esquerdo: 1 a 0 para o Red Bull Bragantino no Maracanã.

Em desvantagem, o time de Dome Torrent passou a ocupar o campo de ataque, enquanto o Bragantino aguardava o apito final – nem mesmo os contragolpes foram explorados pela equipe de Maurício Barbieri na segunda etapa. O desgaste do Rubro-Negro era visível, mas a blitz acabou dando certo. Aos 24, com outros cinco companheiros dentro da área rival, Lincoln empatou após cruzamento de Isla. Minutos antes, Bruno Henrique substituiu Willian Arão.

Apesar da insistência do Flamengo – que terminou o jogo com quatro atacantes -, o Bragantino resistiu à pressão, e a rede não voltou a balançar no Maracanã.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1X1 RED BULL BRAGANTINO

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 15 de outubro de 2020

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)

Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Árbitro de vídeo: Anderson Daronco (RS)

Gols: Claudinho (1’/2ºT) e Lincoln (24’/2ºT)

Cartões amarelos: Lincoln e Willian Arão (FLA); Weverson (BGT)

Cartão vermelho: Não houve.

FLAMENGO (Técnico: Domènec Torrent)

Hugo Souza; Isla, Thuler, Léo Pereira e Renê; Willian Arão (Bruno Henrique, 21’/2ºT), Thiago Maia, Diego e Everton Ribeiro; Lincoln e Pedro (Vitinho, Intervalo).

RED BULL BRAGANTINO (Técnico: Maurício Barbieri)

Cleiton; Aderlan, Léo Realpe (Léo Ortiz, 25’/2ºT), Lugger e Weverson; Ryller, Raul e Claudinho (Hurtado, 37’/2ºT); Leandrinho (Morato, 19’/1ºT, e, depois, Cuello, 26’/2ºT), Tubarão (Edimar, 37’/2ºT) e Ytalo.

 

Fonte: LANCE!

 

Compartilhe com seus amigos

Adicionar comentário