.:: OparaNews ::. Penedo Alagoas

HISTÓRIA DE PENEDO 385 DE ELEVAÇÃO A VILA

O nome Penedo originou-se de a grande pedra. O povoado, fundado por Duarte Coelho de Albuquerque (filho de Duarte Coelho Pereira), das principais cidades históricas do Brasil, foi elevado a vila de São Francisco em 1636 e em fins do século XIX passou a ser denominada Penedo do Rio São Francisco. Sua arquitetura atrai turistas de numerosas origens. A Igreja de Santa Maria dos Anjos é uma das obras primas mais visitadas.

Entretanto, os historiadores alagoanos discordam quanto a sua origem. Uns dizem que a criação do povoado está relacionada a Duarte Coelho Pereira, primeiro donatário da Capitania de Pernambuco. Os que discordam, afirmam que o responsável foi Duarte Coelho de Albuquerque, segundo donatário da Capitania, que herdou do pai. Entre os que defendem essa hipótese está Craveiro Costa, para quem a conquista de Alagoas começou em 1560. Duarte Coelho de Albuquerque organizou duas bandeiras, uma com destino ao norte de Olinda e outra para o sul. A bandeira que se dirigiu ao sul, à qual se incorporaram o próprio Duarte Coelho de Albuquerque e seu irmão, atingiu o rio São Francisco entre 1560 e 1565 e teria dado origem ao povoado.

A primeira sesmaria registrada na região data de 1596; outras foram distribuídas e, a partir de 1613, na sesmaria recebida por Cristóvão da Rocha, acredita-se ter sido fundado oficialmente o povoado.

Sua principal fonte de renda provem da atividade primária, com o coco, o arroz, a pesca e a cana-de-açúcar.

A cidade de Penedo foi incluída como um dos sete destinos turísticos pelo fórum mundial de turismo de 2005 do Movimento Brasil de Turismo e Cultura (MBTC). O MBTC, é uma iniciativa de ação contínua, que tem como missão estimular o desenvolvimento local sustentável através do turismo e da valorização da cultura. As ações e iniciativas do forum são identificadas pela marca destinations. E como dito a cidade do Penedo foi lançada como um destes destinos turísticos.

Merece especial atenção na cidade a Fundação Casa do Penedo, fundada em 1992, tem por objetivo a preservação da memória da cidade, em especial do seu patrimônio artístico e cultural. A Fundação Casa do Penedo, em sua sede própria – na rua João Pessoa 126 -, tem uma biblioteca e hemeroteca especializadas, um arquivo iconográfico e documental informatizados. Mantém exposição permanente contando a história do Penedo; divulga e relança obras, incentiva manifestações artísticas em todas as suas formas, com Biblioteca com mais de 20 mil títulos, acervo fotográfico Augusto Malta. Sala Barão do Penedo (painéis fotográficos e objetos pessoais), Sala Elísio de Carvalho (fotos e obras literárias), Sala dos Artistas (originais e réplicas de esculturas de artistas penedenses), Auditório Valdir Batinga (capacidade 50 pessoas, nas paredes reproduções de jornais), Sala Dom Pedro II (registros fotográficos e pictóricos das duas passagens de D. Pedro), Sala da Cidade (galeria com políticos penedenses além de visitantes ilustres), Sala de Exposições Transitórias – para celebrar fatos históricos e acontecimentos culturais.

Penedo já foi sede de um dos maiores eventos cinematográficos brasileiro, o Festival de Cinema que reunia artistas brasileiros renomados. É uma cidade essencialmente católica e de povo acolhedor.

Patrimônio histórico

Vista do Centro Histórico de Penedo

O Centro Histórico do Penedo foi tombado em 1996 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.[6] A cidade também tem parte de seu patrimônio histórico preservado, com destaque para o Paço Imperial, hospedagem de Dom Pedro II em 1859, onde estão expostas porcelanas, mobiliário e objetos que contam parte da história da cidade e do Brasil. O ilustre visitante, segundo conta o imaginário popular, teria dito que “o local é muito bonito e creio que deveria estar aqui a capital da Província”.[7]

Outras edificações de destaque são a Igreja Nossa Senhora da Corrente, a Igreja e o Convento de Nossa Senhora dos Anjos, do século XVIII, com detalhes barrocos; e a Igreja de São Gonçalo Garcia. A cultura ribeirinha, expressa pela localização da cidade às margens do Rio São Francisco, também é encontrada nos casarios e ruas de Penedo.[7] Sua principal fonte de renda vem da atividade primária.

Convento e Igreja Santa Maria dos Anjos

Igreja de São Gonçalo Garcia dos Homens Pardos

Festividades

Bom Jesus dos Navegantes

Penedo é uma cidade a beira de um dos principais rios brasileiros,São Franscisco,como sempre a população de maioria católica sempre acontece festejos do gênero,assim estamos falando da maior festa das cidades ribeirinhas do Velho Chico, a Festa de Bom Jesus dos Navegantes. Esta cidade tem muitos pescadores e a partir dos dias 9 a 18 de janeiro a cidade vive em festa com a população de outros municípios, como Igreja Nova e Porto Real do Colégio.

Carnaval

A cidade se enfeita,a população sai de casa e se anima em uma das grandes festas da região sul de Alagoas são vários blocos que animam a cidade. Os mais famosos são Batuqueiros de Penedo, Legião de Amigos e Raquel (que existe há setenta anos).

Bairros

Penedo conta com 8 bairros, sendo 3 banhados pelo Rio São Francisco: o Centro, o Senhor do Bonfim e o Santo Antônio.

Centro histórico
Centro
Senhor do Bonfim Jatobá, Beco do Tamanduá, Avenida São Vicente, Lagoa, Vitória, Loteamento São Rafael, Raimundinho, Travessa São José
Santo Antônio (barro Vermelho)
Santa Luzia (barro Duro) Ramalho, Rua Nova, Avenida Wanderley, Brasnorte, Alto São João, Feirinha, Rua do Flamengo, UPA e Hospital Regional
Santa Izabel (Cacimbinhas)
Raimundo Marinho
Dom Constantino
Vila Matias

Religião

Predomina o catolicismo, com a realização de missas, novenas, terços, procissões e festas religiosas tradicionais na cidade. Os cultos evangélicos e afro-brasileiros fazem parte da religiosidade da população.

Igreja Católica

Igreja de Nossa Senhora do Rosário (Catedral Diocesana)
Igreja da Imaculada Conceição
Igreja Nossa Senhora Auxiliadora
Igreja Santa Luzia
Igreja Nossa Senhora da Corrente
Igreja de Santa Maria dos Anjos (Convento Franciscano)
Igreja de São Gonçalo Garcia dos Homens Pardos
Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos
Igreja São Francisco de Assis
Igreja da Santa Cruz do Cortume
Igreja Santo Antônio dos Pobres
Igreja Senhor Bom Jesus do BomFim

Igrejas Evangélica

Congregação Cristã no Brasil
Igreja Assembleia de Deus
Igreja Batista Missionária
Igreja Maranata
Igreja Batista de Penedo
Igreja Batista Nova Vida
Igreja Adventista do 7º Dia
Igreja Do Evangelho Quadrangular
Igreja Universal do Reino de Deus
Igreja do Nazareno
Igreja Internacional da Graça de Deus
Igreja Pentecostal Unção de Deus
Igreja Pentecostal Renascente em Cristo
Igreja Assembleia de Deus de Madureira
Igreja Presbiteriana de Penedo
Igreja Mundial do Poder de Deus

Outras denominações Cristãs;

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Salão do Reino das Testemunhas de Jeová

Educação primária, secundária e técnica

Escolas privadas

Colégio Diocesano de Penedo-CDP
Escola Nossa Senhora Auxiliadora -ENSA
Colégio Nossa Senhora de Fátima -CONSF
Colégio Imaculada Conceição-CIC
Colégio Sagrado Coração de Jesus -CSCJ

Escolas estaduais

Escola Estadual Alcides Andrade
Escola Estadual Freitas Cavalcante
Colégio Estadual João Valeriano
Escola Estadual Comendador José da Silva Peixoto
Escola Estadual Profº Ernani Méro
Colégio Estadual Profª Ruth Mendonça – CAIC
Colégio Estadual Gabino Besouro
Escola Estadual Hermílio de Freitas Malro

Escolas municipais

Escola Municipal de Educação Básica Irmã Jolenta
Escola Municipal Prof. Douglas Aprato
Escola Municipal Profª Maria da Glória Tavares
Escola Municipal Manoel Soares de Melo
Escola Municipal Manoel José da Costa Mangabeira
Colégio Municipal Hanna Bertolet
Escola Municipal de Educação Básica Santa Luzia
Escola Municipal Profª Helena de Oliveira Carvalho

Escola Técnica de Ensino Médio Integrado e Universidade Federal

Instituto Federal de Alagoas – IFAL
Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Universidade Paulista UNIP – Polo EAD
Estácio – Polo EAD
Faculdade Anchieta – Polo EAD
Faculdade Raimundo Marinho – Penedo

Povoados

Tabuleiro dos Negros
Sítio Nazário (Embrapa)
Cerquinha das Laranjas
Campo Redondo
Ponta Mofina
Ilha das Canas
Marizeiro
Itaporanga
Tapera
Campo Grande
Santa Margarida
Santa Amélia
Ilha do Jegue
Cooperativa 1
Cooperativa 2
Conrado
Pescoço
Imbira
Marituba do Peixe
Marituba de Cima
Capela
Riacho do Pedro
Murici
Peixoto
Ponta da Vargem
Marcação
Manimbu
Taquari
Prosperidade
Palmeira-Alta
Gulandim

Penedenses ilustres

Biografias de penedenses

Referências

↑ IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010
↑ Ir para:a b «Estimativa populacional 2017 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 7 de novembro de 2017
↑ «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013
↑ Ir para:a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística http://www.ibge.gov.br/estatistica-novoportal/economicas/contas-nacionais/9088-produto-interno-bruto-dos-municipios.html?t=destaques&c=2706703. Consultado em 30 de dezembro de 2018 Em falta ou vazio |título= (ajuda)
↑ «Penedo, em Alagoas, atrai amantes de história e turistas religiosos – Guia de Viagem – UOL Viagem». UOL Viagem. Consultado em 10 de maio de 2016
↑ Institutuo do Patrimônio Histórico e Artísitico Nacional, (IPHAN). «Conjuntos urbanos tombados». Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Consultado em 9 de fevereiro de 2021
↑ Ir para:a b «Cidade de Penedo (AL) é uma das mais antigas do Brasil»[ligação inativa] – Via Brasil, 3 de abril de 2010 (visitado em 9-4-2010)

 

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Penedo_(AL).tif

Compartilhe com seus amigos