.:: OparaNews ::. Penedo Alagoas

São Paulo bate o Palmeiras no Allianz e acaba com tabu

Um incômodo tabu que perseguia os torcedores são-paulinos há quase seis anos caiu nesse sábado (10). Isso porque o São Paulo venceu o Palmeiras pela primeira vez no Allianz Parque. Inaugurado em 2014, o estádio nunca tinha sido palco de uma vitória Tricolor e foi com o questionado Fernando Diniz que essa marca caiu por terra.

Sem poder contar com o goleiro Weverton, que está na seleção brasileira, e Matias Viña, servindo o selecionado uruguaio, o Palmeiras entrou em campo já com um certo pessimismo por parte do torcedor palestrino. O Alviverde tem feito jogos pouco agradáveis à sua torcida e nesse momento Luxemburgo vê a pressão crescer.

Outro que estava bastante pressionado era Fernando Diniz. O técnico do São Paulo conquistou sua segunda vitória consecutiva na competição e a primeira do São Paulo no Allianz Parque.

Desde 2014, o São Paulo jogou 10 vezes na casa do Palmeiras e o retrospecto era todo do Verdão: oito vitórias palmeirenses, dois empates e uma do São Paulo, conquistada nesse sábado (10).

Em 2018, o Palmeiras quebrou um incômodo jejum: venceu o São Paulo no Morumbi após 16 anos sem vitória. Dessa vez o Tricolor deu o troco e venceu nos domínios palestrinos.

Tanto nas estatísticas quanto na observação do jogo, o Tricolor foi dominante na casa do rival. O time de Diniz teve 53% de posse de bola, finalizou 13 vezes contra nove dos donos da casa, acertou o alvo mais vezes (quatro contra três) e se impôs dentro das quatro linhas.

Fernando Diniz foi mantido no São Paulo mesmo após duas vexaminosas eliminações: para o Mirassol, nas quartas de final do Paulistão 2020; e na fase de grupos da Libertadores da América.

O técnico parece ter cedido aos pedidos da torcida, que clamava pela volta de Bruno Alves e de Luan. Os dois, que voltaram ao time titular, deram conta do recado e trouxeram mais equilíbrio e segurança defensiva para a equipe. Nos últimos dois jogos, duas vitórias sem sofrer nenhum gol.

Com a vitória e quebra de tabu histórico, o Tricolor volta a sonhar com a briga pelo título do Brasileirão 2020, que conta com o Atlético Mineiro e Flamengo com bastante força nessa corrida que só termina em 2021.

 

Fonte: GOAL

 

Compartilhe com seus amigos

Adicionar comentário